Underground em Goiânia.

28 dez

Tendo em vista várias bandas underground em Goiânia (minha cidade), algumas me chamam a atenção por ousar. Sempre tem a idéia de que Goiânia só produz sertanejo, “quando eu quero mais, eu vou pra Goiás”… Mais não é bem assim, não!

Aqui em Goiânia existem duas boates que com certeza muda a idéia de muita gente ai que acha que aqui só tem roça e sertanejo.

A Pop House de dia é uma loja com artigos retrôs, decoração retrô e afins; e de noite é uma, pode-se dizer, boate. Nem sempre tem festas, mais tem sempre umas discotecagens básicas, pra animar.

Metrópoles. Com seus drinks loucos, decoração que se choca entre o futurismo e o retrô, o Metrópoles é um bom lugar pra se ir na sexta-feira e no Sabado anoite.

Ideal para quem procura diversão e discotecagem com músicas dos anos 80, 70 e 6o, abrindo espaço para os Dj’ s mostrarem o que sabem, quando não tem show (Ou as vezes, ate depois do show). Os Dj’s undergrounds da cidade (Virgínia Burlesque, FelipeFrog, Mitsuo, Michael Nite, João Lucas entre outros). É um lugar bem arrumado e, pessoalmente, muito lindo!! Mais sendo um local, um tanto quando underground, nada mais apropriado que apresentações de bandas undergrounds, e algumas delas ate mesmo de fora : Madame Butterfly e o Burlesco, Johnny Suxxx n´ the Fucking Boys, Daniel belleza e os corações em fúria, cassino supernova, Polaroyd Club, Os dinamites, Girlie Hell entre várias outras.

Dentre tais bandas, ambas possuem coisas em comum: Aparecer e inovar.

Um pouco de algumas das bandas Goianas:

Johnny Suxxx n’ the fucking boys defende o lema glitter, glamour, trash vagabundo, violência e pretensão, de acordo com perfil no TramaVirtual. “Tudo consiste basicamente em pilhagem de clichês do rock, riffs manjados e muita cara de pau.” Integrantes: Hélio Jairo Zancopé Neto,  Danilo, Douglas Ramirez, Johnny Suxxx

Madame Butterfly e o Burlesco. Uma banda que tem como palavra chave “inovar”. Sua ousadia os levaram a ser a primeira banda de electro em Goias. Viajam em melodias simples, diretas, totalmente surreais e críticas. Para combinar com as músicas, nada mais conveniente que um visual surreal, e com isso, surge os nome dos integrantes: Madame Butterfly (Kely Fernandes) e o Burlesco (Cilas Rigozino).

Girlie Hell, formada por apenas meninas, tem um som influenciado por Girlschool, Runaways, Joan Jett, The Donnas, Crucified Barbara. “Um estilo até então nunca visto na cidade” segundo o blog. Com muita coragem, a banda feminina tem o nome “Girlie Hell” com o intuito de associar a feminilidade e sensualidade à agressividade do rock. Suas integrantes são: Bullas, Lorrayne Vieira, Loueee (Carolina Pasquali), Sarah e Kaju Stoppa.

Contatos: Virgínia Burlesque (virginiaburlesque@yahoo.com.br)

FelipeFrog (twitter.com/felipefrog)

Mitsuo (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=1899420507015067544)

Michael Nite ( Fico devendo)

João Lucas / Jhonny Suxxx n’ the fucking boys ( www.tramavirtual.com.br/johnny_suxxxwww.mysapce.com/johnnysuxxx)

Madame Butterfly e o Burlesco ( http://www.myspace.com/madamebuterflyeoburlesco )

Girlie Hell (www.girliehell.com)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: