Vida em marte: competição e conhecimento

23 maio

“Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo alemão usa os princípios de propulsão de foguetes para construir as primeiras bombas voadoras, a V-1 e a V-2. É com essa tecnologia capturada dos alemães que Estados Unidos e União Soviética dão início à chamada corrida espacial: a luta pela primazia na conquista do espaço.” Segundo o site http://www.coladaweb.com a rixa entre União Soviética e Estados Unidos já vem sendo cultivada a anos e a cada disputa pelo poder, novas tecnologias são geradas,como novos materiais, aperfeiçoamento de motores, armamentos, satélites meteorológicos, comunicação e outras tecnologias que geraram grande impulso para a exploração espacial e resultou em grandes avanços científicos e tecnológicos, além de importantes descobertas. Essa disputa foi encerrada com a chegada dos norte-americanos a Lua em 20 de Julho de 1969. Tal feito praticamente encerrava a corrida espacial dado o tamanho da façanha.

A exploração de Marte teve início na década de 60, com a Marte 1 lançada em 1962 pelos russos, mas que perdeu contato com a Terra no caminho. Os Estados Unidos também fracassou em 1964 quando mandou a Mariner 3 e os painéis solares não se abriram. No mesmo ano, os americanos enviaram a Mariner 4 que orbitou a 9.920 km de Marte e enviou 22 fotos, as primeiras da superfície deserta e cheia de crateras.

Mais duas missões estão sendo preparadas, a Mars Climate Orbiter e a Mars Polar Lander. A primeira tem o objetivo de estudar o clima, e a segunda, de buscar água em solo marciano através de perfuração. Outros projetos estão sendo desenvolvidos para obter mais dados sobre o planeta vermelho. É o caso do projeto da Nasa chamado “Referência Marte”, que pretende enviar uma nave tripulada a aquele planeta até o ano de 2014.

Caso haja a possibilidade de vida em Marte, União Soviética e Estados Unidos já se prepararam para a nova corrida: Corrida a Marte. A atual viagem espacial terá sentido apenas de respostas sobre a origem da vida na terra, mais mesmo que a “corrida espacial” já tenha tido fim, é inevitável uma competição entre os países que já vem ao decorrer do tempo, com um histórico de disputa de poder altíssimo,

Enfim… Aonda quero chegar é: levando em consideração que o país que chegar primeiro em Marte terá maiores chances de poder e decidir quem iria a Marte (por isso a grande disputa), ambos os países não vão medir esforços para a chegada em Marte primeiro. Portanto tendo em vista que a viagem à marte é em prol da “humanidade”, por que dois países, ao invés de se unirem, pra que; de fato, cheguem ao “benefício da humanidade”, se opoem em uma rivalidade que só fragmenta uma possivel união mundial?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: