Tag Archives: curiosidade

Concurso “Conhecendo o Judiciário”

19 jul

O desembargador Paulo Teles lançou no dia 6 de maio um concurso de redação para ensino fundamental e médio de Goiás: Conhecendo o Judiciario.

O concurso tem como tema “A atuação do Juiz para a promoção da justiça”, e eu como uma apaixonada por redação (e não muito por áreas jurídicas) já escrevi alguns “experimentos” de redação para a primeira fase e que, ate onde sei, tive muito sucesso.

Segue-se um de meus experimentos. Torçam por mim!

Justiça, a base da virtude

“Não existem fatos, apenas interpretações”. Segundo Nietzsche, a justiça é um produto lingüístico com total dependência de sua interpretação. Definir justiça seria algo inconciliável, mais para organizar as idéias e formar alguma base, podemos classifica-la em duas posições: a subjetiva e a objetiva.

Subjetivamente, temos a justiça pela ética, cultura e bom senso de cada ser, o que seria impossível de se conciliar. Não existiria justiça de fato pois o que seria justo para um, poderia não ser para outro.

Mais por outro lado tem-se a visão objetiva de justiça, da qual a sociedade é mais justa com base nas leis da república, porem toda essa objetividade se perde entre a bagagem cultural que essa sociedade possui e as opiniões que geraram tais leis… No fim, temos a mesma questão: o que é justiça?

Aos olhos de Platão, os filósofos são os mais adequados a se aproximarem de um julgamento justo, afinal, desprezam os prazeres, as riquezas e as honras por serem homens virtuosos, sendo a base da virtude, a justiça.

Com base nas idéias do Des. Moacir Leopoldo Haeser, um juiz deve ser parcial em favor da verdade e da justiça que possui em mãos, que; no mínimo, deve avaliar alem das conseqüências visando também as suas causas e adequando a lei no caso, em busca de transformações sociais. Alem do mais, um juiz deve buscar a justiça com eficiência tendo conhecimento que em alguns casos, a justiça tardia pode ser uma injustiça, devido a obrigação de seguir formulismos, muitas vezes, inúteis.

No fim, a justiça é definida particularmente em cada um, mais com a obrigação de se incorporar nas leis que mais estiverem de acordo com seu estado.

A justiça construída pelo homem pode não ser perfeita, mais o dever do juiz é fazer com que a justiça seja feita o mais rápido possível dentro das condições do juiz.

Maria Eugênia Rodrigues

Subgêneros do Indie rock

12 fev

O indie rock é a denominação das bandas Inglesas e independentes dos anos 80, que foram ganhando publico nos anos 90.

Existem vários estilos dentro do Indie rock:

Baroque pop: Um folk rock estilo anos 60 misturado com o experimentalismo, como por exemplo, a inclusão de uma orquestra na música.

Britpop: Estilo que mistura quase toda a história do rock britânico. Desde a British Invasion (Rolling Stones, Small Faces etc), passando por bandas de Punk Rock como Buzzcocks e Wire, até chegar em Stone Roses e Happy Mondays, é por isso que varias bandas desse estilo são bastante diversificadas e “ecléticas”. (ex: Supergrass, Blur, Franz Ferdinand, Oasis e Pulp)

Disco punk: Mistura perfeita da New Wave com o Punk Rock, adicionando às vezes um pouco de Funk dos anos 70. (ex: LCD Soundsystem, !!!, Out Hud, Radio 4 e Rapture)

Dunedin Sound: Um tipo de Indie Pop diferenciado, ele usa guitarras “jingly-jangly”, baixo repetitivo e algumas vezes bateria. Algumas bandas de Punk Rock já usaram esse tipo de estilo. (ex: Superette, Garageland, The Bats e 3Ds)

Indie Pop: Enon, Blonde Redhead, Blood Red Shoes, Liam Finn, Les Savy Fav

Garage rock revival: com som de “rock and roll” dos anos 60, a maioria das bandas que são desse subgênero tem um grande influência do Delta Blues. (ex: Strokes, Von Bondies, White Stripes e Eagles Of Death Metal)

Madchester: Estilo que misturava Indie Rock, Dance Music e Pop Psicodélico. Graças ao estilo, várias bandas do Britpop foram formadas. As letras do estilo eram muito influenciadadas pelas drogas sintéticas (que eram novidade na época). (ex: Happy Mondays, Stone Roses,The Inspiral Carpets e A Guy Called Gerald)

Math rock: Mistura riffs dissonantes e batidas diferentes (7/8. 11/8 ou 13/8 por exemplo). O Math Rock é um estilo realmente complexo fundindo o Rock, Metal, Progressivo e até mesmo Punk. (ex: Don Caballero, 1.6 Band, Bellini, Creedle, Braid, Inlantic, The Jesus Lizard e Surrogat)

Indie folk: Um revival do folk dos anos 60 com elementos do indie rock. (ex. Beirut, Kings Of Convenience, Neutral Milk Hotel, Devendra Banhart, The Decemberists)

Noise pop: Mistura a atitude do Punk Rock com noise, ecos e várias outras características bastante encontradas no universo Pop dos anos 80. (ex: The Jesus and Mary Chain)

Post-punk revival: O estilo mistura as guitarras do Punk,”riffs” vindo de bandas como Television e Gang Of Four, os teclados da New Wave, algumas vezes Eletrônica. Tudo isso criado através de uma “melodia” Pós Punk. (ex. Bloc Party, Franz Ferdinand,Futureheads e Interpol)

Post-rock: Estilo amplamente alternativo que mistura Rock e Jazz flertando a Eletrônica, tudo isso num clima Ambient (ex. Tortoise, A Silver Mt. Zion, Do Make Say Think e Fly Pan Am)

Slowcore (ou Sadcore): Rock Alternativo com batidas lentas e letras tristes, se confunde muito com o Indie do final dos anos 80. (ex: (Smog), Low, Galaxie 500, Bedhead e Pedro the Lion)

Twee pop: Mistura doces melodias e doces letras. A sonoridade é a partir de guitarras leves, vocais femininos e, às vezes, instrumentos de criança. (ex. Camera Obscura, Belle & Sebastian, The Flaming Lips, Architecture In Helsinki, Tully Craft e Girls in Hawaii)

Telefonia celular made in Hollywood

3 jan

Hedy Lamarr é uma Austriaca nascida em 9 de Novembro de 1913. Ficu muito conhecida na Europa por ter aparecido nua em um filme em 1933, e seu papel responsavel por seu sucesso em Hollywood, foi o de Dalila em “Sansão e Dalila”. Depois de seu sucesso em Hollywood, recebeu um convite de Walt Disney para ser inspiração de “A branca de neve” em 1937. Lamarr ja foi casada seis vezes deviado a implicações militares e teve 3 filhos. Ja foi casada com o austíaco fabricante de armas, Fritz Mandl em 1933 á 1937. Acompanhou o marido em diversos jantares com a ascendente elite nazista, o que lhe fez ter um conhecimento consideravel sobre a guerra e seus meios.

Porém o que mais impressiona na vida dessa grande atriz, foi uma invenção um tanto quanto usada hoje e que, com certeza, muita gente não acreditaria que veio da mente de uma atriz de Hollywood.

Em uma noite entendiada, Hedy Lamarr e seu amigo, o compositor George Antheil, brincavam de dueto no piano. Ela repetindo em outra escala as notas que ele tocava. O que à levou a pensar que duas pessoas podem conversar entre si mudando frequentemente o canal de comunicação simultaneamente. Apartir de tal raciocínio, foi criado o celular.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Lamarr criou um sofisticado aparelho de interferência em rádio para despistar radares nazistas e o patenteou em 1940, usando o seu verdadeiro nome, Hedwig Eva Maria Kiesler. Porém, não foi aceito quando ofereceu a novidade ao Departamento de Guerra norte-americano.

Quando a patentiação expirou, a empresa Sylvania adaptou a invenção, que hoje é o equipamento que acelera as comunicações de satélite ao redor do mundo e foi usado para criar a telefonia celular.